Fan Coil

Fan Coil

Fan Coil

Fan Coil

Descrição Rápida

O sistema de funcionamento do Fan Coil é semelhante ao de um evaporador comum dos sistemas de ar condicionado convencionais, porém, em vez de utilizar gás refrigerante, utiliza água com temperatura controlada e tratada em seu sistema para fazer a climatização. Para funcionar, o sistema do tipo Fan Coil faz uso de um fluido intermediário, que nada […]

Solicitar orçamento

Descrição Completa

O sistema de funcionamento do Fan Coil é semelhante ao de um evaporador comum dos sistemas de ar condicionado convencionais, porém, em vez de utilizar gás refrigerante, utiliza água com temperatura controlada e tratada em seu sistema para fazer a climatização.
Para funcionar, o sistema do tipo Fan Coil faz uso de um fluido intermediário, que nada mais é do que água gelada exclusivamente ou misturada com etileno-glicol (o mesmo produto adicionado no sistema de arrefecimento dos carros).
O fan Coil portanto, é uma caixa que tem uma serpentina de cobre/alumínio por onde circula essa água gelada. O ar é direcionado através de um ventilador para o sistema de filtragem e depois para as serpentinas de onde será insuflado até o ambiente.
Quando a água passa pelo Fan Coil, o ambiente é climatizado retirando-se o calor, que é absorvido pela água sendo levado ao chiller, onde ocorre a condensação em uma torre de arrefecimento para resfria-la e retornar ao mesmo ciclo novamente.
Em casos de sistemas menores, a condensação também pode ser realizada por trocadores de calor conhecidos como ar/ar. A água circulante na serpentina do Fan Coil deve estar em temperatura por volta de 7ºC, devolvendo para o chiller com cerca de 12ºC.
Em resumo, o Fan Coil contém em seu interior uma serpentina de cobre ou alumínio, na qual circula a água, um ventilador dotado de motor e correias que captam o ar do ambiente, conduzindo-o a um sistema de filtros, que depois passa pela serpentina a uma temperatura mais baixa que a do ambiente, onde acontece a refrigeração e a devolução do ar ao ambiente externo, devidamente refrigerado e filtrado. Dependendo do modelo do aparelho e sua capacidade, os dutos podem existir ou o insuflamento pode ser direto.

Modelos e capacidade térmica dos Fan Coils:

Os modelos de Fan Coil são variados e a escolha do modelo ideal dependerá do projeto do ambiente e tamanho do local que deverá ser resfriado. Já a unidade externa desses aparelhos é conhecida como Central de Ar Gelada (CAG) e sua estrutura é projetada com mais de um chiller. Sua dimensão pode variar, podendo ser entre um a dezenas de metros quadrados.
As unidades externas dos aparelhos Fan Coils podem parecer com splits, porém, quanto maior o ambiente e a potência, maior será o aparelho. Os Fan Coils de maior capacidade, por exemplo, podem ser tipo Selfs Contained (quando reúnem todas as unidades dentro de um único aparelho).
A capacidade térmica dos Fan Coil são medidas em em TR (1TR corresponde a 12 mil BTUs) e a capacidade mínima desses aparelhos é de 100TR, com exceção dos chamados “Fancoletes”, que são os aparelhos de menor capacidade, as quais variam entre ¾ de TR a 5TR.

Características do Ar-Condicionado Fan Coil:

O uso de sistemas de condensação de água, como Fan Coils são vantajosas para locais com grandes dimensões, onde se necessita de maior eficiência energética. Um Fan Coil pode apresentar o dobro de eficiência dos demais condensadores.
É válido salientar ainda, que os projetos de instalações de grande porte precisam adotar medidas que privilegiem a certificação LEED (Leadership in Energy and Environmental Design), utilizado em mais de 140 países.
Como a utilização de Fan Coils gera economia de energia elétrica em grandes instalações, a escolha por esse modelo de resfriamento é um fator importante para conseguir a certificação LEED, que beneficia projetos com foco na sustentabilidade de suas atuações.

Precisa de ajuda? Converse conosco